Construindo uma sociedade digital

Conectando os não conectados

Para onde formos, independentemente do que fizermos, queremos estar sempre on-line e conectados.

Essa expectativa cresceu conforme a evolução digital evoluiu em tudo, desde comunicações pessoais até como entendemos, participamos, trabalhamos, aprendemos e vivemos. A rede é um serviço indispensável, e nossa sociedade sob demanda e sempre conectada continuará a alimentar seu crescimento exponencial no futuro.

As redes estão sob constante pressão para evoluir junto com novas tecnologias e demanda crescente, permanecendo flexíveis e adaptáveis para expansão e otimização futuras. A CommScope está antecipando o que vem a seguir, concentrando-se nas principais tecnologias que capacitam e enriquecem nossa sociedade conectada. Vamos mergulhar nos desafios de desenvolver a conectividade universal e nas soluções que criamos para superar a exclusão digital.

topic1-test-image-1.jpg

Parte I

Conectando os não conectados

À medida que a conectividade torna-se uma expectativa, passamos a pensar nas redes como um serviço básico, como água ou calor.

O desafio é, então, criar soluções inovadoras para fornecer acesso a essa rede para o maior número possível de pessoas, seja por meio de conectividade sem fio ou soluções de banda larga e com fio. As comunidades e locais que se beneficiam desse acesso não são apenas nações em desenvolvimento ou grupos desfavorecidos, mas também comunidades suburbanas, que enfrentaram restrições arquitetônicas, áreas rurais em muitas nações grandes e outros locais remotos.

Para aumentar o desafio, simplesmente criar a infraestrutura não é, em geral, uma solução eficaz em si. Confiabilidade, limites de dados, limites de velocidade e serviços caros podem, como um todo, desempenhar um papel no aumento da distância que separa os conectados dos não conectados. Além de criar conectividade física, é fundamental permitir o acesso a essa conectividade por meio de programas eficazes e acessíveis.

A CommScope trabalha para conectar os desconectados, melhorar a igualdade e o crescimento econômico e facilitar a mobilidade e a participação social. Nosso objetivo é concretizar a ideia de conectividade como um verdadeiro serviço básico que ajuda pessoas, cidades e setores a se conectarem e funcionarem.

63%

das famílias rurais em todo o mundo não têm acesso à internet1

Menos de 60%

de penetração da internet na Ásia e na África2

40%

das escolas nos EUA não têm banda larga3

Fontes
1. https://www.itu.int/en/ITU-D/Statistics/Pages/ff2020interactive.aspx
2. https://www.internetworldstats.com/stats.htm
3. https://www.pewtrusts.org/en/trust/archive/summer-2019/americas-digital-divide

Connecting-the-unconnected-creating-access-hero-600x337

Uma solução sem fio para criar acesso

Para muitos residentes de Avondale, o acesso à internet em casa era inatingível. Veja como a CommScope criou uma rede Wi-Fi pública para conectar pessoas desta área de baixa renda de Ohio (EUA) com tudo que passa despercebido a outras comunidades e fez investimentos com parceiros para criar acesso a serviços e plataformas digitais que ajudam a elevar a qualidade de vida das pessoas que vivem na vizinhança.

Connecting-the-unconnected-digital-divide-hero-600x337

Como superar a exclusão digital na educação

A aprendizagem à distância está desempenhando um papel maior na vida diária das crianças, e a igualdade de banda larga e a exclusão digital são maiores hoje em dia em algumas partes da América do que nunca. Veja algumas das maneiras criativas com as quais as escolas estão vencendo a exclusão digital.

Olhe mais de perto
Descubra o que vem a seguir com a CommScope
Parte I

Conectando os não conectados

À medida que a conectividade torna-se uma expectativa, passamos a pensar nas redes como um serviço básico, como água ou calor.

Parte II

Fortalecendo as conexões

Junte-se a nós para explorar como a CommScope cria redes mais fortes para gerar mais confiabilidade, maior largura de banda e maiores velocidades.

Leia mais